Temos fé que ainda este ano nos reuniremos para celebrar a natureza: em Junho com o Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela, em Julho com a PT281 Ultramarathon e em Novembro no Brasil, com a Extremo Sul Ultramarathon – A maior praia do mundo. Acreditamos que por essa altura, o tempo de intervalo que demos à natureza tenha terminado e possamos rejubilar com todo o seu esplendor. Que possamos olhar para ela de outra forma e respeitá-la no seu devido modo.

Mas uma coisa é a nossa fé e crença, outra será a realidade daqui a semanas ou mesmo meses. Para nós é um momento tremendo e de constante dúvida. Para nos ajudar a escolher o melhor caminho falámos com outros organizadores, parceiros, amigos e conhecidos sobre qual a mel decisão a tomar. E é unânime a opinião: não decidir sobre adia ou cancelamentos e não tomar decisões sem a absoluta certeza da sua necessidade ou obrigação.

É necessário dar tempo ao tempo. Nenhuma das nossas provas, até certezas de absoluta necessidade ou cumprimento da lei, será adiada ou cancelada. Este não é um “braço de ferro” é uma crença que em breve tudo vai acabar bem.

Cumprimentos
A direção de eventos
31 Mar. 2020